Em Goiás, o advogado tenta adiar a audiência para fazer “sexo satisfatório” com a garota do programa. Entenda o caso!

O advogado de defesa defende que o encontro com a menina é um assunto de “importância vital para a saúde pública”

Em Goiás, o advogado tenta adiar a audiência para fazer “sexo satisfatório” com a garota do programa.  Entenda o caso!
Internet
Os advogados de Goiás solicitaram o adiamento da audiência investigativa, citando motivos no mínimo estranhos.
Segundo ele, não foi possível alterar outro agendamento que havia marcado para o mesmo dia.
Uma sessão de “sexo satisfatório” com uma garota de programa, e esse dia entra justamente na agenda jurídica da área.
 O advogado de defesa defende que o encontro com a menina é um assunto de “importância vital para a saúde pública” porque “médicos especialistas” e “cientistas” “não permitem que exerçam os seus direitos legais”.
 O prazer sexual é “recomendado como o principal factor que contribui para a saúde física e mental do ser humano.
Disse ainda que os relatórios médicos indicam que ele sofre de problemas de saúde relacionados com a Long Corona.
 E seus advogados dizem que faltar às audiências e passar momentos íntimos com garotas de programa é essencial para sua saúde física.
 O agressor também enfatiza que ela não é apenas uma especialista em sexo, mas “a maior autoridade mundial em sexo satisfatório”, chamando-a de “Paloma extraordinária”.
 O problema, como afirma em seu requerimento judicial, é que a citada garota de programa tem uma “agenda muito polêmica”.